Maquete, acção…

Por muito que não pareça, estas duas “almas” agarram-se com desespero ao trabalho de erguer a maior maquete de Telheiras, por acaso até já vista, quer no palco da BMOR (Bilioteca Municipal Orlando Ribeiro), quer no Museu da Cidade, ao Campo Grande. Este “teatro invisível”, esta imagem construida para a fotografia, é um momento de diversão durante o trabalho de montagem do espaço cénico da peça “O Guarda-sol Amarelo”, do teatroàparte, levada à cena em 2009. Mais concretamente, estes e outros elementos do grupo foram acolhidos pelo SMET, Serviço Médico e Enfermagem de Telheiras, numa sala cedida especialmente para a construção de uma maquete do bairro, assim simbolizado e depois representado em palco. O SMET é a mais antiga entidade protocolada com a ART, oferecendo descontos aos sócios e envolvendo-se em acções locais, ao longo dos anos. No caso, tratou-se de apoiar as actividades de teatro da ART. A papelaria Flor de Lótus e a Frutaria Aquário são também exemplos de parceiros de longa data. Mas muitos outros há, mais ou menos recentes, como o Mega Craque e outros ainda a formalizarem as suas relações com a Associação, caso é o caso do Mathnasium, Ginásio da Matemática, e do “Mamã dá licença”, espaço de ATL, ou do Núcleo de Psicologia e Intervenção Comunitária (NUPIC). Saiba mais no site da ART.

%d bloggers like this: