Obrigada!!! A todos os que participaram no III Festival de Telheiras

Sair à rua aproveitando a oportunidade de conhecer, dançar e rir com vizinhos e amigos , foi o que muitos fizeram, surpresos por habitar um bairro animado.

Desta feita o espaço cénico eleito foi a Alamerda Roentgen. Mas o bairro está repleto de palcos, de lugares convidativos, e de movimentos e organizações, disponíveis para agarrar o repto.

Foi o caso, por exemplo, da ESCOLA PSICOSSOCIAL DE TELHEIRAS, donde, entre mimos, palhaços e malabaristas, responderam à chamada, 29 animadores.

Outro caso é o da cicloficina, grupo associado ao movimento massa crítica, que monta um ponto de apoio de rua, a cada domingo, em diferentes pontos da cidade. No Festival de Telheiras, os mecânicos da CICLOFICINA limpavam o suor, para atender ao volume da procura ao longo de domingo.

Quero viver mais 100 anos“ Leonor – 6 anos

Quero que hajam mais festivais como este!” Beatriz—10 anos

%d bloggers like this: