Espaço Residente

Telheiras acorda pouco antes das oito,

São os comerciantes e taxistas que enchem a rua.

A rua.. minha, sua e tua,

de um Bairro que se mostra pouco Afoito.

 

Bairro com grandes condições

e poucas manifestações.

Não se pede um protesto ou um abaixo-assinado,

mas sim não ser alheio ao que passa mesmo ao lado.

 

É o momento certo

para deixar de ir em direcção ao deserto.

Obrigado aos que usam a bicicleta,

são uma motivação para este poeta.

Obrigado a quem tem vindo dinamizar

e proporcionar a vida no bairro a mudar.


João, sócio da ART

Anúncios
%d bloggers like this: