HERBERTOI HELDER e a Bicicleta

Morreu na segunda-feira o grande mago da poesia portuguesa actual. Herberto Helder tinha 84 anos e um dos poemas que publicou foi:

 BICICLETA

 Lá vai a bicicleta do poeta em direcção
ao símbolo, por um dia de verão
exemplar. De pulmões às costas e bico
no ar, o poeta pernalta dá à pata
nos pedais. Uma grande memória, os sinais
dos dias sobrenaturais e a história
secreta da bicicleta. O símbolo é simples.
Os êmbolos do coração ao ritmo dos pedais —
lá vai o poeta em direcção aos seus
sinais. Dá à pata
como os outros animais.

O sol é branco, as flores legítimas, o amor
confuso. A vida é para sempre tenebrosa.
Entre as rimas e o suor, aparece e des
aparece uma rosa. No dia de verão,
violenta, a fantasia esquece. Entre
o nascimento e a morte, o movimento da rosa floresce
sabiamente. E a bicicleta ultrapassa
o milagre. O poeta aperta o volante e derrapa
no instante da graça.

De pulmões às costas, a vida é para sempre
tenebrosa. A pata do poeta
mal ousa agora pedalar. No meio do ar
distrai-se a flor perdida. A vida é curta.
Puta de vida subdesenvolvida.
O bico do poeta corre os pontos cardeais.
O sol é branco, o campo plano, a morte
certa. Não há sombra de sinais.
E o poeta dá à pata como os outros animais.

Se a noite cai agora sobre a rosa passada,
e o dia de verão se recolhe
ao seu nada, e a única direcção é a própria noite
achada? De pulmões às costas, a vida
é tenebrosa. Morte é transfiguração,
pela imagem de uma rosa. E o poeta pernalta
de rosa interior dá à pata nos pedais
da confusão do amor.
Pela noite secreta dos caminhos iguais,
o poeta dá à pata como os outros animais.

Se o sul é para trás e o norte é para o lado,
é para sempre a morte.
Agarrado ao volante e pulmões às costas
como um pneu furado,
o poeta pedala o coração transfigurado.
Na memória mais antiga a direcção da morte
é a mesma do amor. E o poeta,
afinal mais mortal do que os outros animais,
dá à pata nos pedais para um verão interior.

de Cinco Canções Lunares

 

Anúncios

Espinho – Figueira da Foz em Bicicleta

Procura uma rotina diferente para um fim-de-semana? Fisicamente sente-se bem? Gosta do contato com a natureza ? Tem bicicleta ? O Grupo de Cicloturismo da ART tem uma proposta para si, para o fim-de semana de 9 de 10 de Maio. Mas tem que se decidir rápido, porque o limite de inscrições é apenas de 10.
Mais informações encontra no cartaz anexo.cartazA4 (1)

Para se inscrever preencha o folheto de inscrição e envie para a ART.inscrição A4

a ART no FUTEBOL

equipa futebol ART 2014-15A equipa da ART de futebol 11, foi apurada para a Fase II da Taça da Liga 11, mas…
um feito ainda mais extraordinário foi  que a equipa da Associação Residentes de Telheiras conseguiu garantir a promoção à Série A na V Edição da Liga de Futebol 11, tornando-se desta forma na primeira equipa da Série B a consegui-lo.

XXIII Torneio do Jogo da Malha

È já no próximo dia 22, com início ás 9H30, que vai decorrer o XXIII do Jogo da Malha. Mas atenção que as inscrições são só até ao dia 15.

malha

Tenha uma manhã diferente…Participe!

Loteamento Maria Droste – continuação

Surgiu hoje no jornal Público mais uma notícia sobre o Loteamento Maria Droste, que pode ler aqui.