Galeria AFK

Galeria AFK

Todos os sócios estão convidados.

Magusto de Telheiras 2013

Magusto de Telheiras 2013

Novas Atividades ART

Imagem

Imagem

TRAGÉDIAS DE UMA RAPARIGA SINGULAR

TRAGÉDIAS DE UMA RAPARIGA SINGULAR

A Companhia Rituais dell Arte estreia novo espetáculo de TEATRO, dia 25 de Outubro, sábado, pelas 21h30, no AUDITÓRIO ORLANDO RIBEIRO.

ENTRADA GRATUITA

FICHA TÉCNICA:
Atriz – Carolina Martins
Atriz – Sofia Sousa
Ator – Carlos Henriques
Texto – Pedro de Adão
Encenação – Miguel Ruivo

SINOPSE:
O espectáculo Tragédias de uma rapariga singular, é um convite a um certo “voyeurismo” que existe em nós.
Assistimos a uma manhã na vida de uma rapariga de 23 anos, de nome Ana, que tem sido vítima de uma série de tragédias e dramas: morte dos pais, perda de emprego e por último traída e abandonada pelo seu amor.
Nota-se no seu comportamento um problema de “bipolarismo”….No entanto, helena, uma psicóloga, depois de um envolvimento “intimo” com Ana, ajuda-a descobrir uma saída feliz…e mostra-lhe que tudo é mais simples, do que parece…O amor de Ana, aparece em cena, na forma de um manequim e em carne e osso para se defender junto do público….

Concerto EFRÉN LOPEZ no Teatro Dom Luiz Filipe

Concerto EFRÉN LOPEZ no Teatro Dom Luiz Filipe

EFRÉN LOPEZ e MIRIAM ENCINAS
convidados: Francisco Cabral e Baltazar Molina

Músicas do Afeganistão, Irão, Médio-Oriente, Turquia, Grécia e India

SEXTA, 18 OUTUBRO – 22H00

TEATRO D LUIZ FILIPE
Largo da Luz, nº 2 (Carnide)
LISBOA

BILHETEIRA: 8 Balls
(c/ oferta de 1 bebida)

Org: Tradballs + Baltazar Molina

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Neste concerto EFRÉN LOPEZ, MIRIAM ENCINAS e convidados, tocarão repertório de vários paíse e culturas, em que a música é expressa maioritariamente de forma modal.
O conceito de música modal é comum a inúmeras formas musicais, distribuídas por vários pontos geográficos e suas culturas, e largamente confundido com a noção de música tradicional de várias regiões, culturas e etnias.

Na realidade, trata-se de um sistema que abre as portas à criatividade na composição e interpretação musicais, criando um leque virtualmente infinito de possibilidades e conjugações de discursos, tendo como intuito último, aperfeiçoar as capacidades expressivas do músico/compositor.

Como exemplo de algumas tradições modais vivas, podemos referir a Raga – commumente utilizado na India e Afeganistão; Makam – utilizado em vários países árabes e Turquia; Dastgah – sistema utilizado no Irão; entre outras.

Neste serão, a proposta é viajar por terras longínquas, ao som de vários instrumentos tradicionais do Afeganistão, Turquia, India e Médio-Oriente.

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
ÉFREN LOPEZ

Multi-instrumentista de um virtuosismo incrível e reconhecido compositor, Efrén López é um músico que traduz bem o equilíbrio entre a técnica e toda a história de um instrumento, com uma modernidade – futurismo até! – inevitáveis a um contínuo desenvolver e inovar das mais variadas tradições musicais.

Com uma vasta e ecléctica formação – guitarra eléctrica e harmonia moderna; teoria da música do Norte da India; sitar; baglama; rabab, ud (árabe e turco); cant d’estil; teoria da música clássica Otomana; sanfona; Kopuz e guitarra clássica sem trastes; e a lista poderia continuar…; Efrén reúne na sua musicalidade um manancial infindo de influências das mais distintas tradições e estilos musicais.

Mais conhecido pelo seu percurso no grupo L’Ham de Foc, onde foi membro fundador, compositor, produtor e intérprete, Efrén tem porém um vasto historial discográfico e de participações em inúmeros projectos, dos mais variados géneros e pontos geográficos. De salientar: Aman Aman, Capella de Ministrers, Al-Andaluz Project, Ross Daly & Labyrinth Modal Ensemble, etc.
Embora tendo já actuado por diversas vezes em Portugal, esta é a primeira vez que lecciona um seminário de composição modal no nosso país.

Actualmente Efrén López toca com: Evo; Pétrakis/López/Chemirani; Oni Wytars & Ensemble Unicorn; Ross Daly & Labyrinth Modal Ensemble; Yeden; Murat Aydemir Project; Goksel Baktagir; Via Artis Konsort; Los Caminos de Serkeci.

É O AMOR de João Canijo :: 17 OUT | QUI | 21:30

É O AMOR de João Canijo :: 17 OUT | QUI | 21:30

Cineclube de Telheiras apresenta É O AMOR de João Canijo

Caxinas, zona piscatória de Vila do Conde. A relação entre os pescadores da zona e as suas mulheres funda-se tanto na confiança como na dependência recíproca e total para a sobrevivência. A mulher confia e depende do pescador para ganhar a vida e o pescador confia e depende da mulher para zelar pela casa e pela vida familiar. Neste filme sobre o amor, Canijo acompanha um grupo de mulheres no seu dia-a-dia. É aqui que a actriz Anabela Moreira se torna uma delas.

Um filme de João Canijo, depois do sucesso de “Ganhar a Vida” (2001), “Noite Escura” (2004), “Mal Nascida” (2007), “Fantasia Lusitana” (2010) e, mais recentemente, o multipremiado “Sangue do Meu Sangue” (2011). fonte PÚBLICO

Condições de acesso ao recinto:
PÚBLICO-ALVO: m/12
LOCAL: Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro
MORADA: Estrada de Telheiras, 146
ENTRADA: Sócios Cineclube ENTRADA LIVRE // Público em geral 4€
RESERVAS: cinetelheiras@gmail.com
TRANSPORTE: Metro Telheiras, linha verde – Autocarros 747, 767, 778.
DATA E HORA: 17 OUTUBRO // 21:30
+ INFO: cineclubetelheiras.blogspot.pt

Torneio do Jogo da Malha :: Domingo às 09:00

Torneio do Jogo da Malha

Quando – 6 de Outubro, Domingo a partir das 09:00.
Onde – Alto da Faia, entre o Eixo Norte-Sul e a Rua Prof. Prado Coelho, ver mapa aqui.
Quanto – Inscrição gratuita.
Como – Inscrições: enviar e-mail com nomes e contactos para arttelheiras@gmail.com ou presencialmente na sede da Associação de Residentes de Telheiras [apenas são aceites inscrições de duplas].
Organização: Grupo de Amigos do Jogo da Malha da Associação de Residentes de Telheiras
Apoios: Câmara Municipal de Lisboa e Junta de Freguesia do Lumiar

Regulamento dos Torneios do Jogo da Malha
1- Não há restrições de ordem geográfica para a inscrição de equipas no torneio.
2- Para se inscreverem, as equipas devem enviar e-mail com nomes e contactos para arttelheiras@gmail.com ou presencialmente na sede da Associação de Residentes de Telheiras [apenas são aceites inscrições de duplas].
3- Cada equipa será constituída por dois elementos (parceiros).
4- As malhas terão um diâmetro de cerca de 9,5 cm e um peso de aproximado de 1,300 Kg e os mecos terão uma altura de cerca de 20 cm e uma base de aproximadamente 5 cm e serão fornecidos pela organização.
5- A distância máxima entre os mecos será de 16 metros e a mínima de 12 metros.
6- Para jogar, os parceiros colocam-se cada um junto ao seu meco, de modo a ficarem lado a lado dois adversários.
7- Na frente dos mecos e à distância de um metro destes, será marcada uma linha perpendicular que delimita a zona de lançamento das malhas.
8- Os dois primeiros jogadores (adversários) a iniciarem cada partida, terão cada um duas malhas que lançarão alternadamente procurando derrubar o meco da outra cabeceira e deixar a malha o mais próximo possível e assim sucessivamente.
9- Sempre que o meco for derrubado serão contabilizados 3 pontos para a respectiva equipa.
10- Depois das quatro malhas jogadas, a que ficar mais próximo do meco soma 2 pontos, podendo uma equipa somar 4 pontos se as suas duas malhas forem as mais próximas do meco, sendo o parceiro do jogador cuja malha ganhou os pontos quem procederá ao primeiro e terceiro lançamentos das malhas e assim sucessivamente.
11- Cada jogo termina aos 30 (trinta) pontos e ganha a equipa que primeiro os conseguir atingir.
12- Todo e qualquer jogador que ao lançar a malha ultrapasse o risco de lançamento previamente marcado pela organização, poderá ser advertido e mesmo sancionado.
13- Cada partida terá cinco(5) jogos no máximo, vencendo neste caso a equipa que primeiro vencer três(3). Atendendo ao número de equipas inscritas, cada partida poderá só ter três(3) jogos, vencendo neste caso, a equipa que primeiro ganhar dois(2).
14- A qualificação até ás meias finais será feita por eliminação directa, realizando-se sempre que se justifique, sorteio para se ver quem joga contra quem, até á obtenção de uma classificação final. As meias finais serão sempre disputadas por quatro equipas, podendo para o efeito, haver recurso a sorteio para encontrar a 4ª equipa, a qual sairá da última eliminatória.
15- Serão atribuídos os seguintes prémios: taças ou troféus às três equipas primeiras classificadas e medalhas às restantes.
16- A comissão organizadora do torneio, sob alçada da Associação de Residentes de Telheiras, é quem terá competências para fazer cumprir o presente regulamento, recebendo eventuais reclamações que possam surgir no decorrer da final do torneio, apresentadas pelas equipas participantes e decidir sobre elas. Das decisões da comissão, não haverá recursos.
17- A comissão organizadora reserva-se o direito de proceder a alterações ao presente regulamento, nomeadamente ao nível de pontuação e dimensões do campo de jogo, anunciando-as previamente ao início do torneio.

Lançamento do romande RUA DA INVEJA de Ana Salta

Lançamento do romande RUA DA INVEJA de Ana Salta

Marque já na agenda – Lançamento do romande RUA DA INVEJA da nossa querida amiga Ana Salta.

– Sábado, 12 de Outubro às 16:00 – Biblioteca Municipal de S. Lázaro
– Quarta-feira, 30 de Outubro às 16:00 – Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro

ENTRADA LIVRE
(limitada a 140 espetadores).

AGENDA OUTUBRO :: Cineclube de Telheiras

AGENDA OUTUBRO :: Cineclube de Telheiras

03 OUT :: OUTONO FEMININO – Eunice Foreid em concerto

3out-page-001

ÁRIAS – LIED’S -(incluí cena de Ópera “Manon Lescaut” de Puccini)
SOPRANO – Eunice Foreid
TENOR CONVIDADO – Paulo Queirós
PIANO – Yan Mikirtumov

Espetáculo único e inédito no Cineclube de Telheiras. Todas as peças falam de vários tipos de amor, mas todas no feminino.

:: ENTRADA LIMITADA a 140 ESPETADORES ::

Condições de acesso ao recinto:
PÚBLICO-ALVO: m/6
LOCAL: Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro
MORADA: Estrada de Telheiras, 146
ENTRADA: Sócios Cineclube ENTRADA LIVRE // Público em geral 5€
RESERVAS: cinetelheiras@gmail.com
TRANSPORTE: Metro Telheiras, linha verde – Autocarros 747, 767, 778.
DATA E HORA: 03 OUTUBRO // 21:30
+ INFO: cineclubetelheiras.blogspot.pt
________________________________________________________________________

10 OUT :: O MIRADOURO DA LUA de Jorge António

10out-page-001

O Miradouro da Lua é um conjunto de falésias 40 km a sul de Luanda, no município daSamba, em Angola. Ao longo do tempo, a erosão provocada pelo vento e pela chuva foi criando a paisagem de tipo lunar que hoje encontramos. O Miradouro da Lua é um ponto turístico de paragem obrigatória para quem se dirige de Luanda à Barra do Cuanza ou às praias do Cabo Ledo. Este foi o cenário do filme “O Miradouro da Lua” do realizador português Jorge António, a primeira co-produção cinematográfica luso-angolana, rodada em 1993 e que obteve o prémio especial Realização no Festival de Gramado, Brasil. A longa-metragem, do género ficção, tem a participação de actores e técnicos angolanos e portugueses. Conta a história de um jovem lisboeta que vem a Angola à procura do pai que não conhece, e que no fim do filme, no cenário grandioso do Miradouro da Lua, decide permanecer em Angola.

Condições de acesso ao recinto:
PÚBLICO-ALVO: m/12
LOCAL: Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro
MORADA: Estrada de Telheiras, 146
ENTRADA: Sócios Cineclube ENTRADA LIVRE // Público em geral 3€
RESERVAS: cinetelheiras@gmail.com
TRANSPORTE: Metro Telheiras, linha verde – Autocarros 747, 767, 778.
DATA E HORA: 10 OUTUBRO // 21:30
+ INFO: cineclubetelheiras.blogspot.pt
________________________________________________________________________

17 OUT :: É O AMOR de João Canijo

É o amor-page-001

Caxinas, zona piscatória de Vila do Conde. A relação entre os pescadores da zona e as suas mulheres funda-se tanto na confiança como na dependência recíproca e total para a sobrevivência. A mulher confia e depende do pescador para ganhar a vida e o pescador confia e depende da mulher para zelar pela casa e pela vida familiar. Neste filme sobre o amor, Canijo acompanha um grupo de mulheres no seu dia-a-dia. É aqui que a actriz Anabela Moreira se torna uma delas.
Um filme de João Canijo, depois do sucesso de “Ganhar a Vida” (2001), “Noite Escura” (2004), “Mal Nascida” (2007), “Fantasia Lusitana” (2010) e, mais recentemente, o multipremiado “Sangue do Meu Sangue” (2011). fonte PÚBLICO

Condições de acesso ao recinto:
PÚBLICO-ALVO: m/12
LOCAL: Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro
MORADA: Estrada de Telheiras, 146
ENTRADA: Sócios Cineclube ENTRADA LIVRE // Público em geral 4€
RESERVAS: cinetelheiras@gmail.com
TRANSPORTE: Metro Telheiras, linha verde – Autocarros 747, 767, 778.
DATA E HORA: 17 OUTUBRO // 21:30
+ INFO: cineclubetelheiras.blogspot.pt