Comunicado à População de Telheiras – Lisboa

Assunto: Recuperação dos Jardins de Telheiras – ponto da situação.

Em resposta à solicitação da CML – Câmara Municipal de Lisboa – no passado dia 4 de Junho de 2013, o Secretário Geral da ART esteve reunido com um elemento do gabinete do Sr. Vereador do Ambiente e Espaços Verdes.

O assunto da reunião estava relacionado com a necessidade de se fazer um ponto da situação/informação atualizada dos procedimentos e das ações com vista ao trabalho de recuperação dos jardins de Telheiras.

Informação principal:
A CML, desde o dia 1 de Junho de 2013, está a proceder ao tratamento das áreas verdes carenciadas, após a realização de um concurso visando a aquisição dos necessários serviços.

Informações adicionais:
1 – A CML informou a ART de um especial esforço que vai dedicar à remoção de grafittis em Telheiras com maior incidência na Estrada de Telheiras (núcleo histórico). Referimo-nos a pintura de grafittis em locais não autorizados pela CML, mediante anterior acordo firmado com a ART;
2- Fomos informados que está a ser construída uma ponte pedonal e ciclável sobre a 2ª Circular de modo a permitir uma ligação direta de proximidade entre o bairro de Telheiras (Rua Fernando Namora) e as Torres de Lisboa, nomeadamente com o Parque Bensaúde, equipamento esse que está a ser alvo de melhorias de acesso a partir da Estrada da Luz, sendo por isso um espaço de especial interesse para Telheiras.

Conclusão:
Ficou decidido que a CML e a ART, a partir de agora, irão promover uma permuta regular de informações, de forma a que, em tempo útil, o tratamento das questões emergentes das áreas ajardinadas de Telheiras seja analisado com mais celeridade pelas duas instituições.
A CML manifestou ainda à ART interesse numa colaboração estreita, nesta fase inicial, no sentido de no terreno articular com a CML as maiores prioridades e urgências.

Junho de 2013

2 Responses to Comunicado à População de Telheiras – Lisboa

  1. Filipa Pais diz:

    Ainda bem! Obrigada por terem tomado esta iniciativa!
    porque há árvores que vi crescer nos últimos 10 anos e que já morreram por falta de cuidados.
    Também não percebo a ideia de desligar e esvaziar as fontes que neste verão tórrido dariam frescura às pessoas e permitiriam que os animais (sobretudo os muitos pássaros que estão em Telheiras) pudessem também satisfazer essa necessidade básica.
    Cumprimentos

  2. Inês Teodra Elias da Fonseca diz:

    Fico muito satisfeita pelo facto de a ART ter tomado esta iniciativa, aliás todos as noites quando vou passear regresso a casa dizendo que tenho de enviar mensagem para a Câmara, ART e Junta do Lumiar (esta última parece -me a que pouco nos deve ligar), mas acho de facto que a ART deve retomar o papel que teve no passado, pois como associação sempre pode ter um peso diferente. Há também outro assunto que importa referir não sei será a câmara mas acho que sim porque foram apagados os candeeiros que davam aceso às vivendas amarelas e que podiam ser muito úteis para a iluminação das hortas sem dispender mais recursos, porque a outra solução será colocar candeeiros ao longo da estrada que atravessa as hortas. Eu própria já entrei no site da minha rua (site interactivo muito interessante) e tenho feito várias solicitações, as quais têm tido resposta positiva contudo uma associação a fazê-lo é sempre diferente.
    Inês Fonseca
    Sócia nº 433

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: