Comércio Local – Telheiras, um exemplo a seguir

comercio localUm bairro moderno convive bem com o comércio tradicional ? As gerações mais jovens continuam a sentir-se atraídas por esse “diálogo de proximidade” que não se limita ao consumo ? Outras opções foram ensaiadas na cidade : na Portela, por exemplo. Uma urbanização compacta, sem lojas. O comércio todo concentrado num “proustiano” centro comercial. Redondo, ainda por cima. Como um fruto para consumir às camadas. A zona da cidade com maior incidência de distúrbios psíquicos, numa avaliação efectuada há algum tempo. Por cá, aos sábados, surgiu uma outra forma de comércio directo, a reforçar a já existente : um mini-mercado biológico ao ar livre. A diversificação está instalada, em espaços próprios. Para “baralhar” pesquisas (ou face da mesma moeda ?) aí estão também as hortas, tardia descoberta de uma classe média acossada, porém expressão de um desejo e acto de resistência. O leque completa-se com os hipermercados, os gigantes contra os quais investem não poucos quixotes. A diversidade parece, pois, estar de boa saúde, transmitindo uma forte personalidade ao nosso bairro que, de arrabalde rural foi crescendo de forma sustentada e harmoniosa. A proliferação de novas gerações é disso um exemplo indiscutível.

Sócio João Saraiva

Orçamento Participativo

BMX pista   pista skate 1A ART, através de um sócio, candidatou-se com 2 projetos no OP. Ambos, ainda que por motivos diferentes, não foram aceites. O mais oneroso, pista de skate, inscrevia-se em terreno em que parte não é propriedade da CML e o outro, arte urbana – Galeria de Murais – no túnel para o Metro, a CML tem uma parceria com a Junta de freguesia do Lumiar e um artista de Telheiras.

AG 24-9-2014_reduzida

Com uma participação reduzida de sócios, decorreu ontem a Assembleia Geral para aprovação das contas de 2013, que não receberam votos contra ou abstenções.

A fraca participação de sócios pode resultar de excessiva confiança na Direção, o que me parece improvável, ou de um fraco interesse pela vida associativa, ou ainda de haver um número elevado de sócios cujas profissões têm horários noturnos, tais como padeiros, guarda-noturnos, agentes da autoridade, enfermeiros e mais algumas. Não há!

Na Ordem de Trabalhos, para além da aprovação das contas e das habituais informações , estava inscrito a revisão dos Estatutos.

Ao longo da vida da ART, os Estatutos têm-se mantido inalterados, apesar de se constatar algumas lacunas importantes que justificam a revisão dos mesmos. Este trabalho, ao longo destes 25 anos nunca foi feito. Esta Direção entendeu que se devia quebrar essa inércia e elaborou um documento de revisão que conjuntamente com um documento desenvolvido pelo Presidente da Mesa da Assembleia Geral, deu origem ao documento que foi enviado aos sócios e que naturalmente não era um documento fechado, mas sim aberto ás sugestões dos sócios presentes na Assembleia.

A Alteração dos Estatutos por força da lei necessita da aprovação de ¾ dos sócios presentes e na votação, como o número de abstenções foi elevado, os votos favoráveis não atingiram a percentagem exigida por lei, pelo que não puderam ser discutidos, ficando a alteração dos mesmos adiada para um futuro que se espera, não seja tão longo..

Para isso é necessário que haja uma maior colaboração, pelo que se solicita a todos os sócios um pequeno esforço orientado para propostas de melhoria da redação dos estatutos.

Mário Alpalhão

Telheiras em MOVIMENTO

Untitled-4 copy

“Sob o lema As nossas ruas, a nossa escolha, vamos viver o nosso bairro de uma maneira diferente na tarde de 20 de Setembro!

Inserido na Semana Europeia da Mobilidade, o evento Telheiras em Movimento vai trazer muita animação, atividades para todas as idades e, principalmente, uma nova forma de olharmos para as nossas ruas e o espaço público que vivemos e utilizamos todos os dias.

Podem consultar a programação e todas as informações em: http://www.cm-lisboa.pt/sem

Contamos com todos para esta tarde de Festa em comunidade!”

Filme do V Festival de Telheiras

Para quem não esteve no V Festival de Telheiras, mas também para os que estiveram e querem recordar, basta clicar no link infra

https://www.youtube.com/watch?v=CfMq82A-5zA

para verem um resumo, ou

https://www.youtube.com/watch?v=aB9g7MNugTI

para verem um resumo alargado.

Audição de Guitarra

audicao guitarra_Junho 14_4 copy

Está convidado para assistir á Audição de Guitarra no dia 18 de Junho, ás 21H no Auditório da Biblioteca Orlando Ribeiro.
Faça de Telheiras um bairro dinâmico, diferente pela positiva, PARTICIPE.

 

 

 

 

ZONA 30

Decorreu no dia 4, a primeira de duas consultas públicas sobre o projeto Telheiras Zona 30.
Após a apresentação do projeto pelo arquiteto Jorge Jordão, seguiu-se um período de intervenção pública, muito animada, onde foram apresentadas proposta de alterações, algumas a implementar numa segunda fase do projeto, e algumas críticas, sobretudo pela sua reduzida dimensão e mesmo ineficiências.
A Câmara Municipal de Lisboa ficou de entregar na ART e na Junta de Freguesia do Lumiar um dossier para consulta pública, que ficará disponível até ao dia 12, dia em que termina o prazo para serem apresentadas sugestões, quer através de  e-mail, dirigido à ART e ou à JFL ou em suporte de papel.
Para debater essas sugestões haverá uma sessão pública, no próximo dia 16 às 21H na sede da ART.
Também poderá consultar o dossier no site Viver Telheiras

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 1.734 outros seguidores